sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Poesia: O ser vazio - by Danielle Rodrigues


Poesia: O ser vazio.

Vazio fostes, vazio fizestes, vazio voltara.
Vazio o tomara, vazio o controla, vazio o deixara.
O vazio o enchera ainda que nada se tenha.
E o vazio se tornou tudo, ainda que este não o queira,
Vazio são escolhas que retornam sem valor o que nada sou.
O vazio é a vida que distorce os meus desejos?
Não.
O vazio são minhas crenças não vividas.
Pois quando creio e não pratico, logo sou um ser vazio.


By Danielle Rodrigues


• Para quem gosta leia a Compreensão logo abaixo, só descer a página até o final:



















A pessoa vazia acredita em muitas coisas, fala muitas coisas, mas age pouco ou nada dentro de suas crenças. Vive por viver, pelos outros, para uma imagem falsa de si mesmo enquanto cativo dentro de uma simulação.


Em seu coração não carrega o amor e tudo faz por obrigação. Ainda que amadas as pessoas vazias são infelizes, pois não há prazer em ser amado quando não se sabe amar. A pessoa vazia sente-se vazia ainda que não queira mudar, E tudo que toca absorve deixando o outro vazio também. E ainda que absorva, logo descarta, pois a sua essência é o nada.