terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Poema: Yo soy una Paloma


Eis uma pomba na calçada.
Se entretendo com as migalhas.
Me aproximo e ela voa.
Isso me deixa indignada.

"Tu sabes voar e ainda assim ficas a andar?"

Então me dou conta. Yo soy una paloma.

Por que me resigno a migalhas?
Por que tenho medo de voar?
Mas pelos céus!
Se recebi estas belas asas é para ser mais do que antes.
Fui feita para coisas grandes.

Sinto penas fortes brotarem em minhas costas.
Sinto os olhos se abrirem com a verdade.
Sinto o vento revigorar a minha alma.
Sinto a audácia dentro de mim.
Sinto que decidi.
Não me resignarei jamais!




By Danielle Rodrigues