domingo, 27 de maio de 2018

Poema: Ressurgir em si mesmo




Transforme a sua dor em música e cante! Se faça ouvir além das sombras, ressoe, ecoe, invada os corações. Surja de trás de uma montanha, escale-a até o seu topo, finque a sua bandeira. Levante a cabeça, erga o olhar, fixe no horizonte, ande em linha reta. Alinhe os ombros, serre as mãos, sinta a confiança correr em suas veias, sinta que você é capaz! Emerja a sua alma de entre os túmulos do desanimo, da desistência, da desesperança. Mexa-se como um corcel indomável com seu espirito inquieto capaz de transpor barreiras impostas pela vida. Tenha honra, dignidade, caráter, não se venda, não se entregue, não diminua o queixo, não se deixe algemar. Meu filho, você é um ser livre e suas escolhas podem torná-lo quem és ou quem desejas ser. Suas escolhas são a sua força, o seu ar. Respire-o fundo e não olhes atrás, pois erros e acertos do passado não farão muita diferença no agora, se assim o quiser. Já se passou e o tempo os levou muito além da vida e quanto aos farelos que sobrou o vento os soprou e assim se finda.





D.L.L
By Danielle Rodriogues